Reunião da ANVPC com grupo de docentes de Educação Especial

A ANVPC reuniu no passado dia 26 de outubro com um grupo de docentes de Educação Especial que se consideram ultrapassados no presente concurso (2012-2013) e que requerem que seja dada prioridade a todos aqueles que detém experiência na área.

Depois de escutados todos os argumentos deste grupo de professores, representados pela Profª. Sofia Barcelos e Prof. João Silva, a ANVPC conclui que a manutenção em regime de precariedade de milhares e milhares de docentes conduz a que os docentes realizem todas as tipologias de formação que lhes permitam abranger um maior território concursal. Nesta medida, docentes com muitos anos de serviço, não colocados no seu grupo de recrutamento (formação inicial) procuram colocação noutros grupos de docência para o qual detém formação profissional (devidamente acreditada pelo MEC). Considerando que o caso específico da Educação Especial, pelo contacto com tipologias de alunos com necessidades educativas especiais e por isso com dinâmicas de trabalho muito próprias, requer não só vocação mas também experiência profissional, o MEC deverá ter em conta os profissionais mais capacitados para o desenvolvimento das atividades de formação destes alunos.

A ANVPC defende acerrimamente a estabilização do corpo docente, e uma vinculação justa e equitativa a todos os docentes de todos os grupos disciplinares (inclusive os mais afetados pela recente reforma curricular), pondo um fim à precariedade de longa duração na profissão, que vem conduzindo a problemáticas como a que agora se apresenta, destabilizando alunos, docentes e escolas.